A televisão cubana

A televisão cubana
A televisão cubana

Dados relevantes sobre a televisão cubana

A televisão cubana é administrada na actualidade pelo Instituto Cubano da Rádio e Televisão (ICRT) e foi inaugurada oficialmente a 24 de Outubro de 1950 com a saída ao ar do Canal 4. Pouco tempo depois, a 11 de Março de 1951 começou a prestar os seus serviços regulares o Canal 6 de CMQ Televisión. A televisão cubana resultou ser a pioneira em matéria de transmissões televisivas na área da América Latina e o Caribe. Unión Radio Televisión foi a encarregada de emitir o primeiro sinal de televisão comercial em Cuba, a 24 de Outubro de 1950 pelo Canal 4 e uma das primeiras na América. Em 1957, quando por volta de 50 países tinham televisão já Cuba a possuía desde sete anos antes. A 18 de Dezembro desse mesmo ano saiu ao ar o Canal 6 de Goar Mestre, que oferecia um programa escrito por Marcos Behemaras e protagonizado por Alejandro Lugo. Já para 1958 o país contava com 25 transmissores de televisão, com uma potência de 150,5 kW, instalados em Havana, Matanzas, Santa Clara, Ciego de Ávila, Camagüey, Holguín e Santiago de Cuba. A televisão nacional estava organizada em três cadeias nacionais com sete transmissores cada uma. Estas eram CMQ Televisión, Unión Radio Televisión e Telemundo. Os quatro transmissores restantes estavam instalados em Havana (três) e em Camagüey (um). A televisão cubana foi nacionalizada a 6 de Agosto de 1960 junto a outras companhias norte-americanas e, portanto, a radiodifusão e a televisão fundiram-se no ICRT. Já em 1968 os transmissores de rádio e televisão começaram a ser manobrados pelo Ministério das Comunicações.

Estrutura actual da televisão cubana

A televisão cubana é estruturada actualmente a partir de quatro canais nacionais: Cubavisión (Canal 6), Tele Rebelde (Canal 2), Canal Educativo e Canal Educativo 2. Estes últimos encontram-se equipados com tecnologia digital e oferecem uma programação didáctica e cultural dedicada a todos os sectores da população. Os distintos telecentros provinciais focalizam a sua programação basicamente à informação e a cultura dos seus próprios territórios, embora alguns deles possuam espaços fixos na programação nacional. No ano 2007 foi criado um novo canal denominado Multivisión, o qual embora não abranja mais de 50% do território nacional encontra-se presente em todas as províncias do país. Os quatro canais nacionais durante o ano 2004 produziram em torno de 358 horas semanais e aproximadamente um total de 32.681 horas nesse mesmo ano incluindo a Cubavisión Internacional. Do total das emissões de televisão na Ilha entre 70% e 78% responde à programação da produção nacional. A televisão conta actualmente com aproximadamente 5.212 trabalhadores no país todo.

Artigo anteriorA situação do turismo em Cuba
Próximo artigoAs artes plásticas da Revolução

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site usa o Akismet para reduzir o spam. Saiba como seus dados de comentários são processados ​​.