A Fototeca de Cuba

A Fototeca de Cuba
A Fototeca de Cuba

Dados relevantes sobre a Fototeca de Cuba.

A Fototeca de Cuba é uma instituição que pertence ao Conselho Nacional das Artes Plásticas do Ministério da Cultura de Cuba. Foi fundada a 15 de Novembro de 1986 pela destacada fotógrafa e investigadora cubana María Eugenia Haya. Na sua colecção entesouram-se desde daguerreótipos até as mais modernas impressões fotográficas da nação e negativos de numerosos artistas reconhecidos. Nas suas abóbadas podem ser encontradas mais de 160 anos da fotografia cubana, com um total de 21 mil imagens e mais de 17 mil negativos de diferentes suportes. Possui uma boa colecção de livros, documentos, revistas e catálogos de Cuba e doutros países. Dentro das suas principais funções pode destacar-se a organização de conversas, seminários e workshops teórico-práticos. A Fototeca de Cuba emite mensalmente uma revista digital e uma revista anual em papel com o nome “Cuba-Foto”.

Particularidades sobre a Fototeca de Cuba.

A instituição conta com dois espaços para a exibição: a galeria María E. Haya – situada no piso superior e reservada para os criadores mais consagrados, fundamentalmente do âmbito cubano – e a galeria Joaquín Blez, do andar térreo, destinada aos criadores emergentes. A programação de cada espaço é concebida para uma exposição mensal e sói acompanhar-se de materiais impressos, como catálogos, dobráveis ou folhas. A Fototeca de Cuba promove, além disso, a criação jovem, através de duas convocatórias fundamentais: a Bolsa de criação – cujos objectivos claros são o de propiciar a produção dum projecto de obra fotográfica e estimular a produção de imagens culturalmente significantes que garantam a continuidade da nossa memória visual – e a Bolsa de investigação, a qual pretende beneficiar a criação da investigação sobre a arte fotográfica e estimular a análise e a crítica da fotografia.

“Novembro fotográfico” na Fototeca de Cuba.

“Novembro Fotográfico” é o maior evento cultural que organiza a Fototeca de Cuba. Este consiste na coordenação e agrupação, num mesmo programa ou catálogo, de todas as distintas exposições sobre fotografia que se realizam nas diversas galerias da cidade, com o objectivo de fazê-las coincidir numa mesma época do ano. Assim também, durante uma semana desse mês, estabelece-se o Colóquio de Fotografia Fototeca de Cuba e no qual se fazem mesas de debate e se oferecem conferências e apresentações de projectos vinculados ao mundo da fotografia. A isso se acrescentam também algumas visitas guiadas às galerias e os workhops com os diferentes fotógrafos que participam no encontro. Este trabalho todo resulta possível graças ao esforço conjunto das galerias e instituições, dos críticos, dos investigadores e dos fotógrafos que colaboram com propostas de conferências.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site usa o Akismet para reduzir o spam. Saiba como seus dados de comentários são processados ​​.